29 de abr de 2003

Vários comentários espirituosos

Sobre Design

Na próxima vez que eu encontrar algum conhecido, que não vejo de longa data, que tenha feito faculdade comigo e ele perguntar "e aí? 'Tá trabalhando na área?", eu vou responder que "sim, se alguém cruzar eu cabeceio".

Eu não sei fazer outra coisa da vida profissional além de design. Por pior que eu seja como designer, vou ser ainda pior como qualquer outra coisa.

Talvez eu me desse bem como Político, mas isso são outros 500. Votos.

Sobre computadores

Ontem a noite, tentando salvar o micro lá de casa, rererereinstalando o windows 98. De repente:

"faltam x, y, z, dlls"

- Ué, você não deveria ter essas dlls aí com vc?
- Não, eu não.
- Mas você é o Windows!
- (colocando os óculos do Groucho Marx) Não! Eu sou o... Mindows! É, é isso. Eu sou o Mindows.
- Ok, mas por que você não tem as bibliotecas?
- Por que eu sou o irmão analfabeto do Windows.
- Seu irmão Windows e suas bibliotecas estão aí?
- Não, só estamos eu e Findows, e o Findows ainda é muito novindo para ler.
- Ok, deixa estar.

Boot

Sobre Portugays

Na frase "quendei a neca mati", o sujeito é:

a) Falida, pois quendou a neca mati.
b) Maldosa, pois vai botar o bafão blog.
c) Mafiosa, por que fez a voz ativa ficar passiva rapidinho.
d) Baiana, por que fez o mais escândalo e todo mundo ficou bege.
e) Todas as anteriores.

Eu adoro pinkspeech (o lexico do mundo gay) e gotas de luxo cairam do céu.

28 de abr de 2003

Meu aniversário e meu seriado de super herois

Foi um ótimo domingo, dia inteiro de piscina e macarronada, com o pessoal falando besteira e planejando um seriado para tv que vamos filmar em breve. Dei a idéia, pessoal se empolgou, geral querendo participar e eu me sentindo o Brian Singer.

Vai ser um seriado de super heróis, mas totalmente low-profile. Poderes mais insinuados do que explícitos, sem raiozinhos e estrelinhas e nem combates Matrix style. Bullet time é o meu ovo, vai ser tudo na tensão, no mistério e na ficção científica de segunda categoria. Nem tem nome ainda, vai ser algo que signifique "exauridos", mas que não soe tão ridículo.

Se ficar 1/4 do que eu estou pensando vai ficar bem razoável e divertido, aí eu ponho na Internet e jogo para alguns concursos como curta-metragens. Algum tempo depois, eu reedito alguns episódios e faço um longa ou coisa parecida. Então será só esperar os louros da glória.

O que eu ganhei de aniversário? Lhufas. Agora tenho 25 anos (1/4 de século na minha visão otimista).

As piadas boas do fim de semana:

Porno movie alemão de sexo oral e cun shot:
Porra Lola Porra.

Jogar Imagem e Ação. Concluí que aquele jogo é um produtor de piadas memoráveis. Se jogado em grande quantidade, pelo mesmo grupo de pessoas e por um bom tempo, vai calcificar piadas com certeza. Só no rápido jogo de ontem Balneário ganhou um sentido completamente novo.

Ainda por cima eu aprendi ao certo o que é uma manilha. Sobre as mímicas eu concluí que a palavra "mico", quando associada à vexame, é uma corruptela de mímica, por que é para isso que mímica serve.

24 de abr de 2003

Relatório de Páscoa

Das poucas coisas interessantes deste feriado, destaco a visão de um pombo morto debruçado sobre um brinquedo de escorrega. Foi uma imagem poética naquele estilo que o Neil Gaiman acha que é poesia.

Seguem os filmes do fim de semana. Neste eu estava duro e fiquei escravo da HBO.

Jimmy Bolha - A única surpresa boa do fim de semana. Filme idiota da Disney, mas com piadas um pouquinho mais inteligentes (e grotescas as vezes) que a média.

As Apimentadas - Gosto desse filme. Tem um bando de mulher gatinha e eu gosto das coreografias meio hip hop. No mais a mais, é bem escritinho, sendo correto sem ser politicamente chato. Funciona.

A Maldição da Aranha - Piada de mal gosto com o roteiro do grande clássico "A mosca". Muito ruim, filme que nasceu querendo ser um cult B. Não funciona, não tem naturalidade, não tem carisma, não tem nada. Lixo, lixo, lixo.

60 segundos - Já não esperava grandes coisas, mas é ainda pior. Odeio roteiros mal amarrados. É tão fácil escrever roteiros simples, mas até para nisso se atrapalham. Parece que há um descuido proposital do tipo "não é para ser uma grande obra mesmo". Digo que 99% do cinema é feito de pequenas obras, da para ter respeito? Custa não deixar fazer barriga? Custa amarrar as ações? Acho que não, certo? O filme pode ser o lixo babaca que for, mas tem que ser escrito com carinho. Tipo As apimentadas citado acima, ou Jimmy Bolha.

Não custa nada escrever roteiros com mais cuidado.

16 de abr de 2003

Este blog nunca vai morrer

Sem nada para dizer, nada digo. Só sou prolixo (e pró-lixo) quando tenho o que dizer.

Só posso adiantar que eu não vou tomar parte na ecatombe dos blogs que está se vendo. Finda a febre, todos os blogs feitos no embalo vão morrendo por inanição ou por desistência.

Como este blog começou um tantinho de nada antes do boom, sinto-me na obrigação de honrar a "velha guarda", que é interessada, que gosta de trocar informação e não apenas falar da vida pessoal ou alheia.

Não, esse blog até pode ficar largado por um tempo (como já aconteceu), mas eu sempre volto. Ah, se volto!

7 de abr de 2003

Sobre Duna

Não li todas as continuações.

Acho o Frank Herbert muito mais inteligente do que todos nós e ele por sua vez se acha mais inteligente do que todos nós. Um doce para quem descobrir de onde eu puxei essa piada.

Aliás, ao terminar de ler Duna percebi que usei como marcador de páginas um card de Atlantis.
Sacaram? Duna, Altantis? Água, falta de água. Nossa, eu sou um gênio inconsciente das dicotomias.
Essa foi pesada.

Oportunistas

Eu vou usar armas químicas em cima da próxima empresa oportunista que escrever PAZ imenso num outdoor e assinar com a sua própria logomarca.

Blog IT report:

A festa foi super bacana! Pessoas se divertiram de ambos os lados (público e organizadores) e isso é sempre positivo.

Salva de palmas ao Rafael do Meier (Hazel para resto do mundo) que ganhou algumas rugas precoces em sua tez juvenil para organizar essa festa. Houve problemas com o ar condicionado da pista que deu uma quebra de clima, mas ainda assim a festa foi quente!

Parabéns também ao Marcus (lizard) que fez um set foda (aliás, lendo o blog dele deu para ver que eu não fui o único com crises de insegurança pré-discotecagem) e novamente ao Rafael do Meier e sua já costumeira competência como Dj.

Como foi minha primeira vez tocando em boate fiquei sinceramente emocionado. Óbvio que eu errei o tempo de praticamente todas as músicas e fiz silêncio na pista umas duas vezes pelo menos, mas ainda assim acho que foi funcional. Foi divertido ficar brincando com o estrobo para empolgar quem tava dançando.

Serviu para eu concluir que só eu gosto de industrial-metal-dance ou algo assim. Ou então eu não sei escolher músicas desse gênero, pois esses foram os meus momentos de solidão na pista. O povo quer mesmo é roquenrou e eletrônico.

Valeuzão mesmo aos mestres Shroder e Thedy-o que ficaram tendo seus respectivos sacos enchidos por minhas perguntas imbecis sobre discotecagem. Particularmente, eu queria agradecer também a empolgação da Ynara e do Watson, que pareceram se divertir bastante com as coisas que eu tocava.

Antes de colocar meu setlist (a pedido dos acima citados, claro) deixa só eu fazer uma consideração: reparei que o meu set list não tinha parenteses. Tipo assim, quando os DJs de verdade disponibilizam seus setlists eles são cheios de parenteses. Nunca uma música é apenas aquela música, é sempre assim: banda - nome da música (imperial destructor distortion overated radio mix). Ou seja, sempre é um mix bla bla da música. Meu acervo não é tão grande por isso não tenho tantas música com parenteses. Segue:

Blot IT Setlist: Dj (sic) Opiumseed

01 clan of ximox - out of the rain
02 xmall deutchland - matador
03 iggy pop - candy
04 primitives - crash
05 charlatans UK - the only one i know
06 beck - devils haircut
07 fidget - living on video
08 plastic bertrand - ça plane pour moi
09 shonen knife - konnichiwa
10 placebo - brick shithouse
11 the pillows - ride on shotting star
12 fear factory - dog day sun hise
13 ministry - jesus built my hotrod
14 fla x die krupps - Barcode (Re-Assembled Mix) (minha única música com parenteses)
15 young gods - skinflowers
16 apollo 404 - stop the rock
17 moby - bodyrock
18 chemichal bothers - hey boy hey girl
19 divine comedy - marvellous party
20 funker vogt - words of power (acho que essa tem um parentese, mas não lembro qual)
21 kmfdm - megalomaniac
22 ikon of coil - former self
23 apoptygma berzerk - non stop violence
24 vnv nation - burning empires
25 console - 14 zero zero
26 visage - fade to grey
27 la tour - people are still having sex
28 saara saara - quarta dimensão
29 tatako minekawa - fantastic cat

:: as não tocadas ::

30 prodigy - smack my bitch up
31 dallas superstar - heliun
32 dj epitaph meets norman bate - enjoy the pain
33 sorcerer - summer

Desde já eu peço desculpas aos deuses da discotecagem e aos seus discípulos (djs de verdade) pela minha existência.

No blog do Marcus (lizard) tem o set list dele, de repente o Rafael faz o mesmo.

Agora é esperar a próxima.

3 de abr de 2003

Blog IT!

É PARA TODO MUNDO IR!

Eu, Rafael do Meier e Lizard vamos estar tocando na spin no sábado agora.
O preço é camarada e o som vai ser porreta!

Saiu até no Rio Fanzine! Você vai mesmo perder isso?

Espero vcs lá!

2 de abr de 2003

Esclarecimento Público

Recebido há pouco por e.mail

>'"""" ESCLARECIMENTO PÚBLICO """""
>
>O Sindicato Único de Prostitutas, Meretrizes e Cafetinas - SINDIPROSTI
>
>esclarece à opinião pública que, apesar das afirmações da maioria dos
>manifestantes no mundo inteiro, o cidadão George W. Bush não é filho de
>nenhuma de suas associadas.

Achei muito justo.

Infâmia de Páscoa

Coelhinho da plástica que trazes pra mim? Um olho, dos olhos bem grandes assim!