21 de mar de 2007

Twitter

Se existe a tal da Web 2.0 o Twitter pode servir com a síntese dela. É um aplicativo extremamente simples, só que com um monte de desdobramentos e propósitos.

O mote dele é “o que você está fazendo”. No fim das contas você ganha uma página pessoal que é um blog com limite de caracteres. Algo como 140 toques. A graça está nos seguintes pontos:


  • Você pode postar de várias plataformas: IMs (AIM e Gtalk), Web e SMS (torpedos de celular).

  • Você pode adicionar pessoas numa lista de amigos ou "observados" e um dos modos de visualização da página mescla os seus textos com o dos seus amigos, organizado por ordem cronológica.

  • Você pode colar uma “caixa” que exibe o seu Twitter, no seu site e está vai informar a sua última postagem.

  • Você pode selecionar se suas mensagens aparecem no “blog coletivo” que exibe as mensagens de toda a comunidade ou não. É o único nível de privacidade que ele oferece.

Como toda ferramenta que ganha esse selo “2.0” sendo ele falso ou não, o verdadeiro diferencial está nos desdobramentos que a comunidade cria a partir do pacote básico de ferramentas oferecidas. Com isso os usuários têm feito:


  • Chats multi-plataforma: Uma pessoa no celular, outra usando o site e outras usando os IMs de sua preferência, podem manter uma conversação usando a visualização mesclada das mensagens.

  • Você pode criar diversas contas no Twitter e criar um profile de blog com isso. Por exemplo, eu crio uma conta chamada romulofilmes, outra chamada romulolivros. Numa eu coloco o último filme que vi e na outra o último livro. Coloco as “caixas” do twitter no meu blog e passo a ter um informativo de fácil atualização e que gera um histórico.

  • Agências de notícias como a Reuters e a CNN já estão presentes lá. De forma que eu posso ver na minha página do Twitter (ou receber no meu celular) as últimas notícias postadas. Assim como as grandes agências um usuário comum pode fazer a mesma coisa do tipo “notícias” rápidas para falar do filho que está vindo, da festa que está produzindo e colar a caixa do Twitter em algum lugar. Uma alternativa limitada para um RSS.

  • Como é possível postar links no Twitter, você pode usá-lo como um del.icio.us, ou como qualquer outro bookmark público. Lembrando novamente do macete da “caixa”, que eu posso colocar no meu blog e com isso fazer um “link do dia”.

Para compensar todas as limitações do Twitter (limite de caracteres e formatação) está o fato de você poder postar de qualquer lugar. IMs principalmente. Eu posso estar trabalhando freneticamente e usando o GTalk fazer um comentário rápido (até por que eu não posso fazer nenhum outro) sem ter que abrir uma interface Web para o blog ou qualquer coisa do gênero

Se o Brasil vai curtir ou não me é um mistério. Eu não vejo o Twitter atendendo nenhuma necessidade que o Orkut não atenda para essas pessoas. O Twitter também não funciona com o MSN, que é o IM número 1 no Brasil. Para terminar, a interface dele com celulares, na minha opinião o grande “Caramba!” da ferramenta, não funciona com todas as operadoras nacionais e tem o custo de um SMS internacional.

Tecnicamente falando eu acho o Twitter muito bem feito. Interface clara, simples e facilmente customizável pelo próprio site. Feito seguindo os padrões W3C e todas essas coisas da moda.

O serviço já está enfrentando aquele engasgamento típico de coisas da Internet que dão certo: mais usuários do que eles podem agüentar. Aguardo a melhoria dos servidores deles para voltar com a caixa para lá. Aliás, até acessar o site anda complicado. Quem quiser tentar a sorte pode dar uma olhada no meu Twitter.

2 comentários:

cacau - a menina cor de nuvem disse...

o moinho de vento voltou a girar!

J@de disse...

É bacaninha viu? Prá mim que passo a dia todo com a cara num monitor, não faz diferença, mas eu gosto de pequenas mensagens e no blog pequenos posts não têm comentários, e minha carência não agüenta... hehehehe!!
Talvez eu não esteja enxergando todas as vantagens, mas vou futucar...
Não sei se aparece meu endereço no comentário, então vou deixá-lo aqui.
http://verdeolhardejade.blogspot.com