26 de mar de 2007

The Uncles

Comentário certeiro do Irapuan sobre fenômenos online criados artificialmente.

Na verdade eu quero descobrir a mesma coisas que os publicitários querem: como se dá o fenômeno da mídia espontânea na Internet. Eu por razões acadêmicas, eles por comerciais. Um bom trabalho sobre o assunto pode me render dinheiro, o que não me faz nada distante dos publicitários que, espero, paguem por algum estudo meu. Acredito que o desafio hoje nem é mais tanto o "fazer acontecer", mas "fazer acontecer" sem gerar mal estar.

7 comentários:

Nicholas disse...

amigah, academico EH marketing. botou no papel, foi usado.

mas anyway, aconselho "linked"

http://www.amazon.com/Linked-Everything-Connected-Else-Means/dp/0452284392/ref=pd_bbs_sr_1/002-2397937-8368830?ie=UTF8&s=books&qid=1174961971&sr=8-1

Flavio Watson disse...

Eu achei essa campanha d The Uncles meio perdida.
Tipo assiti e pensei "ah ta Tiozão, né, entendi..."
: P

De qq forma não sou público Nissan então não tenho o perfil razoável para avaliar o impacto ddo esforço de marketing.

Acho esse negócio de marketing viral muito engraçado. Fica todo mundo achando que é mó moleza de fazer, que é só colocar uma coisa sem sentido que fica todo mundo no google querendo saber o que é.

Mas é óbvio que não é assim que funciona.... Esses publicitários, vou te contar.

Klein disse...

Internet é puro marketing viral e boca a boca. Se você ainda não pesquisou pelo termo marketing viral, fica a sugestão.

opiumseed disse...

Klein, estou preparando um texto sobre campo morfico em que comento marketing viral. Vai ser divertido :P

J@de disse...

Eu tô ouvindo essa música há um tempão na Paradiso FM (a rádio sintonizada aqui no trabalho) mas não tinha prestado atenção na letra nem em quem cantava, achei até que era de alguma novela, mas como dificilmente vejo os canais abertos, tava na total ignorância, nem o anúncio eu tinha visto ainda...
Tudo se espalha muito rápido na internet e tudo tem cara de verdade, até porque muita gente perdeu, ou não tem o hábito de consultar papel.
Curti muito a jovem guarda, mas nunca ouvi, nem vi esses caras...
Beijos!!

opiumseed disse...

É, Jade. Você é testemunha vida da fraude.

A questão é: gostamos ou não da fraude?

Eu acho a piada do Uncles muito boa. Mas preferia que tivesse nascido sem pretensão de me enganar.

antoun disse...

A lógica do boca à boca é a mesma das comunidades virtuais: aquilo que alguém fala vale a reputação de quem fala dentro do grupo onde fala.